header photo

Noticias

Jun 9, 2015

Comunicado Oficial AAS - Sportinguistas devem manter-se fiéis aos valores e ideais do Sporting Clube de Portugal


Ao longo dos últimos dias, a Associação de Adeptos Sportinguistas manteve-se em silêncio aguardando dados precisos em vez de participar em especulações acerca dos últimos acontecimentos da vida do Sporting Clube de Portugal. No entanto, chegou o momento de sublinhar alguns pontos que merecem a nossa atenção.

Ao longo dos últimos dias, a Associação de Adeptos Sportinguistas manteve-se em silêncio aguardando dados precisos em vez de participar em especulações acerca dos últimos acontecimentos da vida do Sporting Clube de Portugal. No entanto, chegou o momento de sublinhar alguns pontos que merecem a nossa atenção.

1) O espírito crítico e as dúvidas levantadas pelas diferentes fações sportinguistas são um traço característico do Clube, expressões singulares da sua vivacidade, grandiosidade e do seu espírito democrático, e que existem desde os tempos da sua fundação. Nunca houve unanimidade em Alvalade.

2) Ainda assim, estranhamos a súbita ressurreição de algumas das personalidades que tomaram aquelas que foram as piores decisões da história do Sporting Clube de Portugal nas últimas duas décadas, fazendo do Sporting um dos mais clubes mais ingeríveis da Europa.

3) Durante anos, esconderam-se no silêncio das suas falhas, sob um manto de vergonha que os cobria a todos por igual; agora, insurjem-se como que esquecidos de um passado não muito distante em que foram protagonistas de um filme de terror conhecido por Projecto Roquette. Contra este projecto a AAS lutou incansavelmente em campanhas eleitorais, no Conselho Leonino e em incontáveis Assembleias Gerais.

4) Registamos e salientamos o cuidado do clube em negar a participação de fontes de liquidez duvidosa, salvaguardando também a preocupação de muitos sportinguistas relativa à manutenção da maioria do capital da SAD. Este último aspeto constitui uma 'linha limite' que, cremos, a esmagadora maioria dos sportinguistas não está disposta a ultrapassar. Hoje, tal como desde sempre, acreditamos num Sporting associativo e batemo-nos por operações transparentes.

5) Defendemos que, mais do que a pessoas ou opiniões individuais, os sportinguistas devem manter-se fiéis aos valores e ideais do Sporting Clube de Portugal.