header photo

Noticias

Oct 6, 2014

Comunicado Oficial AAS - Segurança & Violência


Comunicado oficial da Associação de Adeptos Sportinguistas relativo às incidências em termos de segurança e violência nos recintos onde se disputam os jogos da Liga Portuguesa de Futebol Profissional
 
1 - A sequência dramática de incidentes envolvendo forças policiais e adeptos de futebol de vários clubes nas últimas semanas levou a Associação de Adeptos Sportinguistas, AAS, a decidir solicitar nova reunião no Ministério da Administração Interna. O objectivo é dar seguimento a anteriores encontros em que AAS apresentou propostas ao Governo e a temática da repressão policial foi abordada em detalhe. Em concreto, iremos expor a carga policial sobre adeptos do Sporting aquando do jogo entre o Sporting CP e o CF Belenenses, numa altura em que estes solicitavam ajuda médica a um adepto que entretanto veio a falecer, e sensibilizar a tutela para a escalada de violência policial registada ultimamente.  
 
2 - A AAS vem por este meio demonstrar toda a solidariedade para com o adepto do Boavista FC que foi barbaramente agredido na passada sexta-feira por três elementos do Corpo de Intervenção de Braga no exterior do Estádio Afonso Henriques, em Guimarães. A "razão" da agressão prende-se com o facto de o adepto estar à espera do seu irmão num local público onde a polícia achava que ele não deveria estar. O adepto encontra-se numa unidade hospital da cidade do Porto e, com toda a probabilidade, irá perder a visão do olho direito, mesmo após intervenção cirúrgica. Aos 34 anos, vê a sua vida modificada para sempre porque cometeu um crime que não consta do Código Penal Português: foi ao futebol.

3 - A AAS estranha a coincidência entre este evento despropositado e os incidentes surgidos naquela mesma cidade há poucas semanas por alturas do jogo entre o Vitória de Guimarães e o FC Porto, incidentes estes que motivaram duras críticas à actuação policial nessa ocasião. Interrogamo-nos se alguém estará a querer provar alguma coisa a alguém, num jogo de poder que causa danos colaterais irreparáveis. 
 
4 - Tendo em atenção a evidente sobrelotação do Estádio 25 de Abril por ocasião do jogo entre o FC Penafiel e o Sporting CP do passado domingo, em que adeptos munidos de bilhete foram impedidos de entrar no recinto por agentes de segurança que alegaram sobrelotação das bancadas, a AAS solicitou intervenção urgente por parte do Provedor do Adepto da Liga Portuguesa de Futebol Profissional. Gostaríamos de perceber que tipo de "Futebol Profissional" é este que existe em Portugal, em que a ilegalidade, o amadorismo e a violência são notícia semana após semana.
Comité Executivo,
Associação de Adeptos Sportinguistas